quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Não quero que Setembro de 2011 chegue nunca.

domingo, 26 de setembro de 2010

Se neste momento me fosse concedido um desejo, um único desejo, com certeza eu iria escolher a possibilidade de parar o tempo. A possibilidade de não crescer, de ficar assim... Com 17 anos para sempre.
Isto porque estando no último ano de secundário começamos a ter que pensar no que aí vem, na onda de mudanças que se aproxima. Começamos a pensar que daqui a um ano vamos estar num sítio novo, desconhecido, com pessoas novas, num ambiente totalmente diferente e, o pior de tudo, longe daqueles que mais importam.
Confesso que tenho medo de mudanças, tenho medo das grandes mudanças que alteram completamente o rumo da nossa vida.
Não me vejo a viver "sozinha", só por minha conta. É estranho demais pensar nisto... É estranho pensar que estamos a crescer, que estamos a fazer-nos gente =S